APOCALIPSE

“Farei passar a terceira parte pelo fogo, e a purificarei, como se purifica a prata, e a provarei, como se prova o ouro…”
(Zacarias,13:9)
A expectativa de acontecimentos dramáticos no futuro tem dado margens para debates e controvérsias, sendo assim, o mundo já tem até uma data definida para esses terríveis acontecimentos, de acordo com os artigos dispostos na rede mundial de computadores: 2012, o ano do “fim dos tempos”, com o desaparecimento de 3/4 da população mundial.

Há, todavia, uma coincidência entre os registros presentes em todas as religiões, tra

Vídeo do YouTube

dições, profecias de místicos e agora também a ciência, que estuda a probabilidade de que uma catástrofe universal possa estar a caminho.

Por que as autoridades mundiais criariam um banco de reserva de sementes nas geleiras das ilhas norueguesas de Svalbard, no Ártico, se não estivessem prevendo alguma ocorrência para breve? Esse banco deverá abrigar 4,5 milhões de sementes, e foi inaugurado em fevereiro de 2008. É denominado “caverna do juízo final” ou a Arca de Noé.

Claro que tem muita bobagem, desinformação científica e misticismo, espalhados por quase dois milhões de sites sobre o assunto, mas há também algumas indicações sérias de que algo estranho está no “ar”.                                                    Pesquisadores vêm anunciando que, após dramáticos fenômenos cataclísmicos que estão prestes a assolar a face da Terra, esta vai apresentar uma nova geografia. Isso não sem causar a perda de bilhões de seres humanos.

Um documentário no History Channel despertou a atenção de muitos para a profecia da civilização Maia. Sem a tecnologia que nossa civilização possui em tempos atuais, esses povos foram capazes de prever com exatidão (estudos atuais comprovam) uma grande efeméride astronômica em que o Sol, a Terra e a Lua estarão alinhados com o centro da Via Láctea em 21 de dezembro de 2012.

Várias civilizações falam de uma destruição quase que total da atual humanidade, com coincidências de informações, inclusive com textos bíblicos. As versões são diversas: alinhamento galáctico, aproximação de um astro (cometa, Planeta X, estrela anã-marron, etc).
Místicos e espiritualistas afirmam que tais acontecimentos são processos de uma escala na evolução humana e que a humanidade deverá dar um salto quântico em sua trajetória, passando da 3º para a 4º dimensão. Mas nesse número de pessoas seria restrito.

Profecias dos povos

Civilizações falam de uma destruição total da atual humanidade que ocorre de tempos em tempos e esperam para breve uma nova transformação. Nos registros de todos os povos há coincidências de informações, inclusive apresentando características similares à trechos no Antigo e Novo Testamento.

O ano de 2012, aliás, é o preferido das profecias em todas as religiões e civilizações. Para os povos polinésios chamados Maoris, no ano de 2012, o “véu vai cair”, significando o fim da barreira que separa o mundo espiritual do físico. Isso só poderia ocorrer, com uma alteração dimensional.

O assunto é tão atraente para o público internauta, que em 5 de maio de 2008 havia 1.100.000 (um milhão e cem mil) sites na rede internet, falando sobre o assunto “2012 end”. Quatro dias depois, no dia 13, há eram 1.580.000.

Os Maias assombram o mundo até hoje com uma profecia que prevê o fim do tempo atual no calendário deles e, em conseqüência, na contagem no calendário que conhecemos. Esse fim de era tem data prevista por eles: Sábado, dezembro de 2012. Após, um fenômeno de âmbito universal, começaria o “tempo fora do tempo”. Isso representa, de acordo com a profecia, uma transformação planetária, mas não o fim da vida no planeta.

 Segundo ainda o Calendário Maia, no solstício de Inverno, 21 de Dezembro de 2012, a Terra passará por uma espécie de transformação em sua crosta, e isso será catastrófico para quase todos os seres vivos. O acontecimento seria tão apavorante que o mundo que conhecemos hoje desaparecerá para dar lugar à “outra” Terra, com nova geografia.

Vídeo do YouTube

A nova geografia da Terra após o “fim”

Curiosamente, até já estão sendo desenvolvidos novos mapas da geografia terrestres após as alterações físicas que supostamente ocorrerão. Especula-se que a Europa e a América do Norte sofrerão um deslocamento de milhares de quilômetros em direção ao Norte, e seu clima se tornará polar.

Gordon Michel Scallion, que diz ter a capacidade de antever o futuro, é um dos mais populares na atualidade. Fatura horrores com a venda de um mapa do que seria a nova geográfica do planeta após a destruição universal que supõe, ocorrerá em 2012.
Em seu mapa, o Vale do Paraíba também ficará submerso (imagem acima).

Nos anos 40, o paranormal norte-americano Edgar Cayce fez várias previsões sobre profundas transformações sobre a face da Terra, e com outros pesquisadores, chegou à conclusão que o planeta deverá enfrentar um grande cataclisma em breve. Cayce previu que a Atlântida ressurgirá das profundezas das águas e que a América do Norte e Japão desaparecerão por completo.
Com o desaparecimento da América, desapareceria a corrente do Golfo o que levaria uma “era do gelo” até o norte da Europa e os países da Grã-Bretanha.
Uma nova era glacial

Um dos acontecimentos do passado remoto do planeta que mais intrigam a comunidade científica é a alteração climática abrupta. Esse fenômeno ocorre em períodos de milhares de anos e teria ocorrido pela última vez, provavelmente por volta de 10.000 a 12.000 anos atrás. Nós o conhecemos como “era do gelo”
Tal período na pré-história é conhecido como Holoceno e durante essa era houve uma extinção em massa da fauna. Na Sibéria foram encontrados mamutes congelados em perfeito estado de conservação, estando eles em pé e com capim na boca, o que leva a crer que houve uma queda instantânea de temperatura, provavelmente em 100 graus negativos em questão de minutos.

Alguns geólogos afirmam categoricamente que a Terra está passando pelo fim de um ciclo de 11.500 anos e que esse período será fechado com uma nova glaciação. Segundo esses cientistas, é o limiar de uma era e com ela, já é de conhecimento dos governantes mundiais que uma hecatombe universal já se mostra claramente, através de fenômenos indicativos como tsunamis, alterações climáticas, furacões e terremotos.
Cerca de 18 terremotos foram registrados anualmente no mundo. Até o Brasil está experimentado essas atividades sísmicas assustadoras. Alterações climáticas no Sul do País seriam então causadas por esse enfraquecimento do magnetismo terrestre e causam alterações climáticas, a exemplo do que ocorre em Santa Catarina.

Anomalias magnéticas

Um campo magnético envolve o Planeta Terra e nada funcionaria ou viveria sem ele no mundo, nem pessoas, nem bichos, nem aparelhos eletroeletrônicos. É esse campo eletromagnético que protege o planeta contra as radiações solares e é por ele que uma bússola indica sempre a posição do “norte”.
Mas esse “norte” nem sempre esteve onde hoje está!
E por que os governos estariam silenciosos? Essa é a pergunta dos que crêem piamente nessas transformações. Boatos existem, estão espalhados em milhares de sites na Internet, e fomenta os mais diversos sentimentos e conclusões. O fato é que estranhas anomalias vem acontecendo no planeta e prova disso são os distúrbios magnéticos cada vez mais presentes.

Ainda não há explicações plausíveis sobre o que está acontecendo com as abelhas que desaparecem repentinamente. Como se sabe, insetos e animais são especialmente se utilizam do campo magnético da Terra, no entanto, “algo” vem alterando esse processo natural, fazendo com que baleias e pingüins percam-se em praias distantes de seus habitats.

Pesquisadores da área geológica tem a convicção de que o centro da Terra seja um núcleo composto de ferro fundido. Dentro desse centro, correntes elétricas existentes em seu núcleo de ferro é que criam o campo magnético do planeta, uma espécie de “dínamo”.
A ciência anuncia

Vídeo do YouTube

O cenário apocalíptico está preparado com a inversão da polaridade no planeta, e confirmando-se essa alteração, cientistas descobriram que está ocorrendo o enfraquecimento do campo magnético terrestre. Isso é o aviso de que em breve, a Terra pode parar de girar e em seguida promover a inversão do sentido da rotação bem como a inversão dos pólos magnéticos. Com isso, o caos seria total.

Explicando melhor esse processo: estudos científicos comprovam facilmente que, de tempos em tempos, ocorre a inversão de polaridade do planeta. Em consequência disso, a Terra “tomba” no espaço, isto é, realinha-se.
Par alguns, o motivo seria um alinhamento galáctico, em que o nosso Sol passa por sua magnitude de intensidade no seu magnetismo. Para outros, as anomalias seriam causadas pela aproximação periódica de um enorme corpo celeste que tem uma órbita errante. Seu retorno causaria alterações em todo o Sistema Solar.

O fato é que o campo magnetizado do planeta é criado devido à presença de partículas de ferro no magma de Terra, formando um tipo de geodínamo que gira e leva junto a camada superficial mais fina do planeta, ou seja, a sua crosta que tem pouca espessura em relação ao seu núcleo.

Embora o planeta tenha solidez em sua crosta, essa camada é fina e praticamente bóia sobre a movimentação líquida de seu interior. Há períodos, porém, em que esse núcleo planetário passa a girar no sentido contrário, o que já poderia estar acontecendo.
Em determinado momento, a Terra então pára de girar durante um período, e retorna o seu movimento em sentido contrário, alterando tudo o que está em sua superfície.
Após isso, o Sol reaparece, nascendo no poente.

Em matéria publicada pelo jornal “Sunday Times” de Londres, o cientista Nils Olsen e sua equipe do Centro de Ciência Planetária da Dinamarca anunciaram que o mundo está em vias de passar por dramáticas mudanças, pois que seria iminente a inversão dos pólos magnéticos da Terra. O anúncio está fundamentado na descoberta de grandes buracos no campo magnético do planeta, no Ártico e no sul do Atlântico
Ciência e religião concordam?

“E logo depois da tribulação daqueles dias, escurecer-se-á o sol, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potestades do céu serão abaladas. E então aparecerá o sinal do

Vídeo do YouTube

Filho do Homem no céu, como o relâmpago que sai do oriente e se mostra até o ocidente”.

(Mateus, cap.24,v.27:)
Os egípcios acreditavam na vida cíclica da Terra e uma periódica renovação. No Tibete, 2012 seria o ano em que reaparecerá a cidade fantástica de Shamballla, que para eles, fica entre o plano físico e espiritual e é a morada dos grandes mestres, heróis e avatares.

Estudiosos, religiosos, místicos e não-místicos afirmam ver registros dessa hecatombe em códigos da Bíblia através de frases como “cometa”, “Dia do Senhor”, Três dias de trevas”, “atribulações”, “Terra aniquilada”, e “2012″.

Segundo vários videntes da igreja católica, atribui-se a “Maria, Mãe de Jesus”, a vinda em 2012 de um cometa que se chocará ou passará perto, e que novas terras surgirão do fundo do mar. Será um período de trevas, onde as pessoas devem ir se preparando com reservas de alimentos e água. As profecias católicas dizem que serão três dias e três noites em que o Sol não nascerá e ninguém deve sair de casa. Após esse período, o Sol nascerá no oeste e não no leste como agora.
 

“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” João 8:32
Quase todo mundo está com medo. Medo de virar a última página da história e ler em grandes letras: fim. Medo de que as previsões dos cientistas, religiosos e ecologistas se concretizem de uma vez. Medo de ver o nosso planeta transformado em cinzas e condenado a girar para sempre pelo espaço a fora!

Por todos esses temores, faz sentido perder as esperanças? é razoável concluir que Deus não há nada além daquilo que podemos ver e tocar?

Jesus sabia que a nossa geração seria marcada pelo medo. Ele disse:
"Homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobreviverão ao mundo. Porquanto as virtudes do céu serão abaladas. E então verão vir o Filho do homem numa nuvem, com poder e grande glória." São Lucas (NT) 21:26 e 27.

Os homens estão temerosos diante do que está acontecendo e na expectativa do que vai acontecer. Nunca uma geração esteve tão irrequieta, tão sobressaltada quanto a nossa. Homens e mulheres estão pulando de teoria, de especulação, de culto para culto. Estão tentando encontrar algum sentido para a vida, alguma razão para a existência, alguma esperança.

Mas temos que viver de um lado para o outro como rolhas num mar de incerteza e medo? Não, não temos, pois no meio de todo esse desespero existe um livro muito diferente. é a Bíblia! Há certeza em cada uma de suas páginas e é um livro cheio de esperança! A Bíblia está cheia de esperança porque oferece uma saída para o nosso dilema. Está cheia de esperança por causa do Salvador que ela revela. Está cheia de esperança porque a cruz do Calvário está no centro de tudo!

A Bíblia é um livro que tem transformado inimigos em amigos; tem transformado assassinos em seguidores de Cristo e homens fracos e vacilantes em defensores destemidos da cruz. Este é o livro que estaremos estudando juntos.

Alguém pode dizer: "Não consigo entender a Bíblia. Com os Evangelhos não tenho dificuldade, mas não compreendo muita coisa além disso." Outros acham o Velho Testamento cansativo. E o que dizer do livro de Apocalipse, com todos os seus símbolos? O que devemos fazer? Como devemos estudar a Bíblia?

Todos podemos ler a Bíblia do começo ao fim. Podemos saber por nós mesmos o que existe lá. Também é muito gratificante estudá-la por livros ou capítulos separados. Entretanto, se quisermos descobrir o que a Bíblia ensina sobre um determinado assunto, existe um modo mais direto e Jesus o demonstrou no dia da Sua ressurreição.

Era tarde de domingo. Ele andava com dois de Seus seguidores pelo caminho de Emaús. Eles não sabiam quem era Aquele estranho e não podiam imaginar que fosse Jesus. Partilhavam com Ele do Seu desapontamento dizendo que qualquer outro homem. Eles achavam que tinham cometido um engano. E o que Jesus fez?

São Lucas (NT) 24:27 diz: "E começando por Moisés, e por todos os profetas, explicava-lhes o que dEle se achava em todas as Escrituras." Jesus queria que eles vissem que Ele era quem afirmava ser. Queria que eles vissem que Ele viera para morrer. Por isto Ele veio: para morrer em nosso lugar. Esse foi o assunto naquela estrada. E como Ele o desenvolveu? Reuniu o que Moisés, os profetas e todos os escritores da Bíblia tinham dito sobre Ele. Esse era Seu método de estudar a Bíblia. Esse método de estudar a Bíblia era novidade? Não. Encontramos o mesmo método descrito no livro de Isaías(VT), o profeta, no capítulo 28:9 e 10: "A quem pois se ensinaria a ciência? E a quem se daria a entender o que se ouviu? ao desmamado, e ao mandamento, mandamento sobre mandamento; regra sobre regra, regra sobre regra; um pouco aqui, um pouco ali."

Quem entenderá a mensagem? A quem Deus dará o conhecimento da Sua palavra e da Sua vontade? Temos sentido muitas vezes que somente os líderes religiosos e os rabinos, os ministros e doutores de teologia poderiam entender a mensagem e nós deixamos essa tarefa para eles. Porém, por mais entendidos que eles possam ser, é indispensável que pesquisemos a Bíblia por nós mesmos. Há tanta coisa em jogo que não podemos deixar apenas para os profissionais.

O que a Bíblia sugere é que existe um método simples, direto e seguro de estudá-la. Sim, o modo seguro de estudar a Bíblia é deixá-la se explicar sozinha. A melhor maneira de entender sua mensagem é juntar tudo o que os vários escritores têm a dizer sobre um determinado assunto, preceito por preceito, linha por linha, um pouco aqui e um pouco ali.

O que é um preceito? Um preceito é uma declaração da verdade, uma ordem ou uma orientação para o nosso entendimento e comportamento. Assim, se um texto não traz um idéia muito clara, outras passagens o explicam. Podemos não entender uma declaração feita por Paulo, mas unida ao que Pedro e Tiago dizem, o assunto se esclarece. Pode haver uma passagem que jamais entenderemos se a lermos sozinha, isolada; mas se a juntarmos a outras passagens sobre o mesmo assunto, se tornará clara.

Suponhamos que você esteja junto a um católico romano sincero, a um bom amigo metodista e a um batista fiel. O católico entende a passagem de modo diferente do metodista, que por sua vez a entende diferente do batista. Agora qual da três pessoas está certa? Qual delas está vendo a verdade sobre esse texto?

Pense a respeito. O batista é fiel? O amigo metodista é fiel? O católico é fiel? O que você diria? Todos os três estão lendo a mesma mensagem, mas cada um de sua própria perspectiva, de seu próprio passado, de seu próprio doutrinamento; por isso cada um vê essa passagem de modo diferente. Portanto, o método que Jesus usou, proposto na própria Bíblia, na passagem que lemos há alguns instantes, resolve esse dilema.

Deus jamais quis que a verdade bíblica fosse descoberta pelo estudo de uma única passagem isolada de seu contexto. E jamais quis que estudássemos a Bíblia baseados apenas em nossa vivência denominacional. Em vez disso, devemos checar nossas crenças e descobrir o ensinamento claro das Escrituras ajuntando o que os seus vários escritores dizem a respeito de um determinado assunto.

Quanto mais passagens colocamos alinhadas sobre um único assunto, mais segura é a interpretação. Existem passagens que, vistas isoladamente, simplesmente não são claras. Não sabemos o que querem dizer. Existem pessoas que argumentam a respeito delas, especulam e a tendência é tentar fazê-las dizer o que querem que digam. Assim, é fácil errar. Mas, se usarmos o método que Jesus usou, estaremos seguros.

Alguns, por muito tempo, têm tentado entender a Bíblia por si mesmos. Entretanto, não têm sabido como proceder. Você sente que precisa de ajuda, precisa de um professor em quem possa confiar? Quem seria um professor imparcial? Existem tantas igrejas, tantas crenças, tantas vozes, todos afirmando estar certos, mas com tantas diferenças, tantas contradições. Então você se retrai e pensa: "Se eu estudar a Bíblia com um de meus amigos católicos, provavelmente me tornarei católico, mas se seu estudar com um amigo presbiteriano, as evidências apresentadas provavelmente me parecerão igualmente convincentes. E se o meu professor for testemunha de Jeová ou um mórmon? Eles também são convincentes. Eu sou um vítima da dúvida. Qual é o orientador que devo escolher? Posso ser malconduzido, apesar da minha sinceridade em querer achar a verdade? "

é simples entender como você se sente. Há uma passagem que irá deixá-lo tranqüilo. é uma promessa de Jesus Cristo e está em São João (NT) 7:17: "Se alguém quiser fazer a vontade dEle, pela mesma doutrina conhecerá se ela é de Deus, ou se eu falo de Mim mesmo.

Aí está um linda promessa! Se você quiser saber a vontade dEle e se estiver disposto a cumprir essa vontade, você não será malconduzido. você reconhecerá a verdade ou perceberá o erro. Isso não lhe traz confiança? Você pode testar tudo o que ouvir, tudo o que vir e tudo o que ler. Você pode testar tudo por esse método e, se fizer isso, não terá como errar.

Existem muitas coisas emocionantes pela frente, e isso não é nenhum exagero, porque a verdade para o final dos tempos é realmente empolgante. A segunda carta de
São Pedro (NT) 1:12 diz: "Pelo que não deixarei de exortar-vos sempre acerca destas coisas, ainda que bem as saibais, e estejais confirmados na presente verdade."

Destacamos as palavras "na presente verdade", ou seja , verdade para agora. Verdade que precisamos conhecer se quisermos estar preparados para o que vem adiante. Verdade contemporânea. Verdade para os nossos dias, dias dos mais importantes em toda a história, quando Jesus está para retornar, quando o tempo está se esgotando, quando o destino de cada homem, mulher e criança está sendo decidido.

Não existe nenhuma verdade ou mensagem especial para a mais significativa de todas as horas? Teria Deus Se esquecido de nós? Não. Deus tem uma mensagem especial e ela está na Bíblia, em Apocalipse (NT) 14:6 a 12. Comecemos com o versículo 6: "E vi outro anjo voar pelo meio do céu, e tinha o evangelho eterno, para o proclamar aos que habitam sobre a Terra, e a toda a nação, e tribo, e língua, e povo."

Essa mensagem é chamada de o evangelho eterno, não alguma coisa nova ou estranha, não algo que o homem tenha inventado. é o mesmo evangelho encontrado por todo Velho e Novo Testamentos, mas é dado com um novo senso de urgência para esta época em particular. é a presente verdade, verdade contemporânea para a era precária em que vivemos: e refere-se a questões de vida ou morte. Essa mensagem é tão importante, tão urgente, que deve ir, e irá, e está indo, para todas as nações, línguas e povos ao redor do mundo.

O versículo 7 diz: "Dizendo com grande voz: temei a Deus e dai-lhe glória; porque vinda é a hora do Seu juízo. E adorai Aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas."

Que mensagem é essa que vai com grande voz por todo o mundo? Tema a Deus, não tenha pavor dEle, mas O reverencie. Honre, adore, coloque a Deus em primeiro lugar e então, dê glória a Ele. Não a nós mesmos, não às nossas realizações, não à tecnologia, mas dê glória a Deus. E por que essa mensagem é tão urgente? Porque resta pouco tempo e chegou a hora do julgamento de Deus.

Agora os registros de homens e mulheres estão sendo revisados e seu destino decidido. Estamos no final dos tempos, não resta muita coisa mais. O que Deus nos pede para fazer neste final dos tempos? Adorar o Criador, Aquele que fez o Céu e a Terra. Esta geração está fazendo isso? Os estudantes nos grandes centros de aprendizagem estão sendo ensinados a adorar a Deus como Criador? Não. Eles estão sendo ensinados a reverenciar as longas teses do acaso e das transformações. Mas no passado, quando o Senhor Jesus mandou Seu anjo ao profeta João e deu a ele as Revelações do Apocalipse, Deus sabia o que era necessário hoje. Ele sabia que esta geração iria negar Seu ato criativo e Ele os chama de volta para adorarem o Criador do nosso mundo. Pode alguma coisa ser mais apropriada?

No versículo 8 encontramos a mensagem do segundo anjo. "Caiu Babilônia", o símbolo de todo culto falso. Tornou-se irremediavelmente corrupta. A seguir, a mensagem do terceiro anjo, que é encontrada nos versículos 9 a 11, é uma advertência solene contra a falsa adoração. é uma das advertências mais sérias encontradas em todas as Escrituras.

Essas mensagens, simbolizadas por três anjos voando pelo meio do céu, são o último chamado de Deus à raça humana. Mas quem dará essas mensagens? A que tipo de pessoa Deus confiará mensagens tão importantes, tão vitais. Encontramos uma boa pista no versículo 12: "Aqui está a paciência dos santos: aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé de Jesus." Os mandamentos de Deus e a fé de Jesus, evidentemente, pertencem um ao outro.

Pode parecer coincidência, mas em Apocalipse (NT) 12:17 encontramos quase a mesma coisa. é sem dúvida alguma um sinal de identificação, mas como saberemos se esse é um povo dos últimos dias e que as mensagens dos três anjos são mensagens do final dos tempos?

O primeiro dos três anjos anuncia que a hora do juízo de Deus é chegada. Desde que Jesus disse que o juízo viria no final dos tempos, isso faz dela uma mensagem do final dos tempos. E sabemos também porque as mensagens simbolizadas pelos três anjos se seguem quase imediatamente, nos versículos 14 a 16 por uma descrição do Senhor Jesus descendo dos céus para colher a seara da terra.

Começando com o versículo 14, lemos: "E olhei, e eis uma nuvem branca, e assentado sobre a nuvem um semelhante ao Filho do homem, que tinha sobre a Sua cabeça uma coroa de ouro, e na Sua mão uma foice aguda. E o outro anjo saiu do templo, clamando com grande voz ao que estava assentado sobre a nuvem: Lança a Tua foice, e sega; é já vinda a hora de segar, porque já a seara da terra está madura."

Jesus disse que a seara é o fim do mundo e os ceifeiros são os anjos. A segunda vinda de Cristo, logo após a mensagem do final dos tempos, é o glorioso clímax. Esta é a esperança de cada cristão. O último chamado de Deus para este planeta rebelde foi e está sendo partilhado com todos!

Esta é a hora emocionante em que vivemos, uma hora quando os sons da Sua vinda já estão bem próximos de nós, pois tudo o que acontece, cada incêndio catastrófico, cada terremoto, cada vulcão em erupção, cada inundação devastadora, cada ameaça de guerra, tudo está dizendo uma coisa: Jesus virá em breve!

A maneira como reagiremos a tudo isso depende inteiramente do nosso relacionamento com o Senhor Jesus Cristo. Se O temos rejeitado e recusado o sacrifício que Ele fez por nós no Calvário, Sua volta não será bem-vinda, mas se fizermos dEle nosso Amigo e Salvador, os sons de Sua vinda serão para nós a confirmação de que a vida eterna é uma realidade.

 
Comments