GENESIS 12: 6-8

segunda-feira, 30 de março de 2009

Gênesis 12:6-8

Vale de Siquém

Abraão acampa em Canaã

V-6.
Abrão atravessou o país até que chegou a Siquém, um lugar santo, onde ficava a árvore sagrada de Moré.

Situada na entrada oriental de um estreito vale rodeada pelos morros Ebal e Gerizim, ocupava um lugar estrategicamente importante. É um lugar deserto hoje em dia, chamado Balatah.

Balatah

Quando Abram entrou na terra de Canaã, o Egito exercia uma grande influência sobre seus vizinhos Cananeus

Canaã dependia economicamente de Egito, que tinha representantes reais em suas principais cidades.

Esses funcionários vigiavam os interesses econômicos do Egito e serviam como conselheiros aos governantes locais Cananeus.

Esta era a situação política que Abraão encontrou em Canaã.

Provavelmente Abraão esperava encontrar uma terra desabitada, cujos pastos não teriam que repartir com outros povos.

Encontrando-se como estrangeiro no meio de um povo estranho, Abraão não podia considerar a terra como própria para possuí-la realmente. Isto o podia fazer só por fé.

V-7.
Ali o SENHOR apareceu a Abrão e lhe deu a terceira revelação:

_ Eu vou dar esta terra aos seus descendentes.

Após uma longa e árdua viagem, Abraão chegou à terra que lhe tinha sido prometida como lar para ele e para sua posteridade, para encontrá-la ocupada por Cananeus.

Uma mensagem que confirmasse as promessas dadas em Ur e em Harão lhe daria a segurança de que a posse da terra se faria efetiva no tempo e na forma em que Deus o dispusesse.

Precisava-se fé para crer que os Cananeus, agora organizados em cidades poderosamente fortificadas, sairiam de sua terra e a deixariam a um velho homem sem filhos.

A evidente improbabilidade da realização de tal promessa , seria uma difícil prova da fé para Abraão.

Naquele lugar Abrão construiu um altar a Deus, pois ali o SENHOR havia aparecido a ele.

O altar ali levantado e os sacrifícios oferecidos davam depoimento do Deus do céu e protestavam silenciosamente contra a idolatria desse lugar.

Assim Abraão prometeu publicamente lealdade ao verdadeiro Deus.

Sendo o líder de uma grande família, também sentiu uma responsabilidade para com seus servos de ensinar a eles o conhecimento mais perfeito do Deus a quem ele servia.

V-8.
Diante da necessidade de campos de pastoreio frescos, Abraão se deslocou de Siquém aproximidamente 30 km chegando à região de Betel e ali armou o seu acampamento.

Betel

Também nesse lugar Abrão construiu um altar e adorou o SENHOR.

Onde quer que Abraão acampava, levantava um altar e realizava um culto público para os membros de sua família e para os vizinhos pagãos.

O culto era provavelmente singelo, pois consistia essencialmente em oração.

Muitas pessoas mantêm sua fé em segredo, temerosos de confessá-la, mas não Abraão. Ele foi o primeiro missionário.

Seus altares, espalhados pelo campo de Palestina, converteram-se em monumentos recordativos do único Deus verdadeiro.

Em Cristo!
Postado por
PR.HIPOLITO CESAR

 

Comments