Instrui o menino

A irmã Eunice é a mãe do pequeno Wilson Ferracioli Júnior, de quase três anos. Ela aguardou por quase quinze anos a chegada de um bebê. Com o passar do tempo achou que não desfrutaria desta grande bênção, que é a maternidade.

Certa ocasião Eunice ficou tão doente que algumas pessoas pensaram que ela iria morrer. Ela já era membro da IB em Eldorado, MS e recebeu muita ajuda, tanto espiritual como materialmente, e enquanto isso Deus trabalhava o coração do seu esposo, Wilson, que até então não tinha aceitado Jesus como Salvador. Quando ele entendeu que só Jesus poderia curar a esposa e também salvá-lo, entregou-se e foi transformado por Ele.

A família foi abençoada com uma casa grande, que fora comprada com a venda de uns equipamentos que o pai possuía. Eunice já recuperada perguntava ao Senhor: "Deus, por que o Senhor me deu esta casa tão grande para nós dois?" O tempo foi passando e ela foi fazendo amizades no bairro e viu a situação das crianças, que não frequentavam nenhuma igreja e ficavam ociosos na rua. Ela convidou uma daquelas crianças para ir com eles à EBD e a notícia se espalhou. No outro domingo oito crianças foram para a igreja com eles.

Deus respondeu à pergunta da irmã Eunice, plantando um lindo plano em seu coração: criar uma Escola Bíblica na casa, que funcionaria só aos sábados à tarde. O nome é Escolinha Amiguinhos de Jesus e funciona há cinco anos. Começou numa sala e se estendeu até a metade da casa. Deus lhe deu condições para fazer a sua casa nos fundos e a casa grande ela ofertou ao Senhor. No mesmo ano surge no bairro a Missão Batista Cerâmica, e Deus foi despertando e colocando no coração do casal um ardor missionário. Ela voltou a estudar para concluir o ensino médio e compartilhou com esposo e com o pastor da igreja que Deus a estava chamando para ser missionária, e por isso deveria ir para o seminário.
Em 2006 ela terminou o ensino médio, em agosto teve uma grande surpresa. Estava grávida! Nessa mesma época soube que seu esposo estava gravemente enfermo. À medida que se aproximava o nascimento do bebê, ele ficava mais doente e fraco.

No dia 8 de maio de 2007 nasceu o único filho do casal, Wilson Ferracioli Júnior, apesar de o médico ter dito que Eunice não engravidaria porque tinha as trompas deformadas. Era impossível que ela gerasse um bebê nestas condições. Foi um milagre o nascimento do pequeno Wilson.
Depois que viu nascimento do menino, o pai só ficou quinze dias em casa. Ficou internado quarenta e cinco dias em Campo Grande, MS e faleceu.
Eunice não sabia como agir diante dessas dificuldades e mais uma vez Deus falou com ela. Ele disse que não a deixaria só e que supriria as suas necessidades, que tinha dado a ela o presente, que estava separando para ela: sua obra.

No dia 3 de janeiro de 2008 ela foi consagrada missionária para trabalhar no bairro Cerâmica, para pregar a Palavra nos cultos, escolinha, programa de rádio, faz visitas, dá estudos bíblicos e está fazendo a faculdade de Teologia. Como Deus falou tem se cumprido. "Não tem faltado nada para nós", é o que diz a irmã Eunice.

Um dos maiores desejos dela é ver o filho servindo ao Senhor e tem orado por isso desde já. Durante a campanha Missionária de Missões Nacionais em 2009, ela sentiu o desejo de firmar uma parceria por meio do Clubinho Missionário para contribuir com o Lar Batista F. F. Soren.
Mesmo em meio a tantas experiências difíceis, a irmã Eunice continua firme na Palavra: "Ensina o menino no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele". Pv 22.6
Comments