PECADO 2

O HOMEM JÁ NASCE PECADOR


Marcos 7:20-23

“E Ele disse: o que sai do homem, isso é o que o contamina. Porque de dentro, do coração do homem, é que procedem os maus desígnios, a prostituição, os furtos, os homicídios, os adu1térios, a avareza, a malícia, o dolo, a lascívia, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura. Ora, todos estes males vêm de dentro e contaminam o homem.”



OS HOMENS SÃO CONFUSOS E VIVEM EM SUAS PRÓPRIAS ILUSÕES

Quem está mais próximo
de ser salvo?
Aquele que se vê como sendo
o pior pecador do mundo.

Antes de prosseguir, gostaria de fazer-lhe uma pergunta. Qual é a sua opinião a respeito de si mesmo? Você se auto-avalia como muito bom ou muito mau? O que você acha? Todos os homens vivem em suas próprias ilusões. Provavelmente você não seja tão mau nem tão bom como pensa. Então, quem você pensa que levaria uma vida de fé melhor? Seriam aqueles que se acham bons ou aqueles que se acham maus?

São os que se acham maus. Então, quem tem maior possibilidade de ser salvo: aqueles que cometeram mais pecados ou aqueles que cometeram somente poucos pecados?

Aqueles que cometeram mais pecados têm maior probabilidade de serem salvos, porque se acham pecadores. Eles podem aceitar melhor a salvação que Jesus lhes preparou.

Quando de fato olhamos para dentro de nós mesmos, podemos perceber que somos uma massa de pecados. O que é o homem? O homem é uma ‘semente de perversos.’ Em Isaías 59, diz que no coração do homem há todos os tipos de iniqüidade. Por isso, o homem é uma massa de pecado. Mas se definirmos o homem como uma massa de pecado, muitos não concordarão. Definir o homem como ‘uma semente de perversos’ é correto. Se fizermos uma honesta auto-análise, chegaremos à conclusão que somos perversos. Aqueles que são sinceros consigo mesmos devem chegar a essa conc1usão.

Mas, parece que muitos não admitem que são mesmo uma massa de pecado. Muitos vivem confortavelmente sem se preocupar, porque não se consideram pecadores. Somos perversos e, por isso, criamos uma civilização pecadora. Se não houvessem tantos que negam sua condição de pecador, outros ficariam envergonhados de pecar. Mas, como há muitos como eles, não sentem vergonha de si mesmos. No entanto, a consciência destes os acusa. Cada um tem uma consciência que  lhes diz: “Isso é vergonhoso.” Adão e Eva esconderam-se entre as árvores depois que pecaram. Hoje, muitos pecadores escondem-se atrás de nossa cultura vil — nossa cultura de pecado. Eles se escondem entre seus amigos pecadores para evitar o julgamento de Deus. Os homens são enganados pelas suas ilusões. Eles se acham mais santos que os outros. Indagam com espanto: “Como um homem pode fazer tais coisas? Como um clero pode fazer tal coisa? Como um filho pode fazer tal coisa com seus pais?” Eles acham que não fariam tais coisas.

Caros amigos, é tão difícil conhecer a natureza do homem. Se quisermos conhecer a nós mesmos como realmente somos, primeiro temos que ser salvos. Isto é um processo que leva tempo e há muitos de nós que nunca se conhecerão até o último momento de suas vidas.



CONHEÇA A SI MESMO

Como vive o homem que
não conhece a si mesmo?
Ele vive tentando esconder-se.

Às vezes, olhamos para um homem e notamos que ele realmente não conhece a si mesmo. Sócrates disse: “Conheça a si mesmo.” Alguns homens não sabem o que está em seus corações. Homicídios, furtos, cobiças, fraquezas, fraudes, licenciosidades, olhar perverso ... Eles têm o veneno de uma serpente no seu coração, mas falam de bondade. Isso porque não sabem que nasceram pecadores.

Há tantos neste mundo que não sabem como olhar para si mesmos. Eles têm sido enganados por si mesmos e vivem suas vidas embrulhados pelas próprias decepções as quais os estão levando para o inferno.



OS HOMENS DERRAMAM PECADO CONTINUAMENTE DURANTE TODA A VIDA

Por que eles vão
para o inferno?
Porque não conhecem
a si mesmos.

Leiamos Marcos 7:20-23: “E dizia: o que sai do homem, isso é o que o contamina. Porque de dentro, do coração dos homens, é que procedem os maus desígnios, a prostituição, os furtos, os homicídios, os adultérios, a avareza, a malícia, o dolo, a lascívia, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura. Ora, todos estes males vêm de dentro e contaminam o homem.” O coração do homem está repleto de pensamentos perversos desde o dia em que foi concebido.

Suponhamos que o coração do homem seja um copo de vidro cheio até o topo com algum líquido sujo, chamado nossos pecados. O que aconteceria se esse homem se move para frente e para trás? Certamente, o líquido sujo (pecado) respingaria por todos os lados. Ao mover-se para lá e para cá, o líquido seria derramado repetidamente.

Nós, massa de pecado, vivemos assim. Expelimos pecados por onde quer que vamos, por toda a nossa vida, porque somos massas de pecado. O problema é que não percebemos que somos massas de pecado e sementes do pecado.

É isto que o homem é. Essa massa de pecado está pronta para transbordar-se. O pecado do homem é pensar que não é inerentemente pecador, mas os outros ao seu redor é que o levam a pecar, portanto não é sua culpa. Por isso, mesmo quando age pecaminosamente, ele pensa que tudo o que tem a fazer é lavar-se para ficar limpo. Ele fica passando um pano seco sempre que o líquido transborda e derrama, dizendo a si mesmo que isso não é sua culpa. Será que limpando o que cai evita de deixarmos cair novamente? Teremos que ficar passando o pano vez após vez.

Quando o copo está cheio de pecado, irá continuar derramando-se. Não adianta limpar a parte externa. Todavia, frequentemente, limpamos a parte externa com nossa moralidade, mas isso não adianta enquanto tivermos nossos copos repletos de pecado.

O homem nasce tão cheio de pecado que, não importa quanto pecado ele derrama pelo caminho, seu coração jamais ficará vazio. Por isso, vamos cometendo pecados durante toda nossa vida.

Quando um homem não percebe que ele é uma massa de pecado, ele continua tentando esconder-se. O pecado está no coração humano e não desaparece se ele apenas limpar o exterior. Ele derrama um pouco e limpa com um pano de cozinha, derrama mais e limpa com um pano de chão, depois com uma toalha, um tapete e assim por diante. Ele pensa que se continuar a limpar uma vez mais ficará limpo … mas ele derrama continuamente.

Por quanto tempo você pensa que isso continuará? Até o dia de sua morte. O homem age pecaminosamente até morrer. Esta é a razão porque devemos crer em Jesus para sermos salvos. E para sermos salvos devemos nos conhecer a nós mesmos.


Quem pode receber Jesus
com gratidão?
Pecadores que admitem
que têm muito pecado
.

Digamos que há dois homens com dois copos cheios de algum líquido sujo. Dois copos estão cheios de pecado. Um olha para si mesmo e diz, “Oh, eu sou um grande pecador!” Desiste e procura alguém que possa ajudá-lo. Mas o outro não se vê como alguém tão mau assim.

Ele não pode ver a massa de pecado em si mesmo e acha que não é tão ruim como os outros. Durante toda sua vida ele se mantém limpando os pecados que derrama. Ele limpa um lado e move-se rapidamente para o outro …

Há muitos que, cuidadosamente, vivem suas vidas com poucos pecados no coração para que não transborde e caia ao redor. Porém, como ainda têm pecados no coração, como esse cuidado irá ajudá-los? Ser simplesmente cuidadoso não leva ninguém para o Céu. ‘Ser cuidadoso’ coloca a pessoa na estrada para o inferno!

Caros amigos, ‘ser cuidadoso’ conduz-nos apenas ao inferno. Quando são cuidadosos, seus pecados talvez não transbordarão tanto. Mas continua sendo pecadores disfarçados.

O que está no coração humano? Pecado? Imoralidade? Sim! Pensamentos perversos? Sim! Há furtos? Sim! Arrogância? Sim!

Sabemos que somos massas de pecado quando nos vemos agindo pecaminosa e futilmente, sem termos sido ensinados a proceder dessa forma. Talvez isso não seja tão evidente enquanto somos jovens. Mas, o que acontece quando nos tornamos adultos? Quando vamos para o colégio ou para a faculdade etc., começamos a perceber que o que temos dentro de nós é pecado. Correto? E torna-se impossível escondê-lo. Correto? Continuamos derramando pecados, e aí nos arrependemos: “Eu não devia ter feito isso.” Porém, não podemos mudar. Por quê? Porque cada um de nós nasceu uma massa de pecado.

Não ficamos limpos apenas sendo cuidadosos. Para sermos completamente salvos precisamos saber que nascemos pecadores. Somente aqueles pecadores que aceitam graciosamente a salvação preparada por Jesus, podem ser salvos de fato.

Todavia, aqueles que pensam: “Eu não tenho feito tantas coisas erradas. Eu não pequei muito”, esses não crêem que Jesus tira seus pecados e impede que vão para o inferno. Devemos saber que temos pecados no coração, que nascemos com eles.

Mesmo que você pensasse: “Eu não fiz muitas coisas más. Se eu apenas pudesse ser salvo destes poucos pecados …” aí, quem sabe você pudesse ser livre do pecado a partir de então? Nunca!

Aquele que pode ser salvo conhece a si mesmo, sabe que é uma massa de pecado e crê que Jesus apagou todos os seus pecados através do Seu batismo no rio Jordão, dissolvendo-os na cruz. Se somos ou não salvos, vivemos em ilusão. Na verdade, o que somos tão somente é massa de pecado. Só poderemos ser salvos se crermos que Jesus tirou todos os nossos pecados.



DEUS NÃO SALVOU AQUELES QUE PECARAM ‘POUCO’


Quem é que engana o Senhor?
Aquele que pede perdão
pelos pecados diários.

Deus não salvou aqueles que pecaram ‘pouco.’ Deus nem mesmo dá uma olhadinha àqueles que dizem: “Deus, eu tenho cometido poucos pecados.” Aqueles para quem Ele olha são os que dizem: “Deus, eu sou uma massa de pecado. Eu vou para o inferno. Por favor, salva-me!” Os completos pecadores que serão salvos são os que dizem: “Deus, eu só serei salvo se o Senhor me salvar. Eu não posso mais continuar orando arrependido, porque sei que pecarei novamente. Por favor, salva-me!”

Deus salva aqueles que dependem dEle totalmente. Eu tentei isso também. Mas orações de arrependimento nunca nos livra do pecado. “Deus tenha misericórdia de mim e salva-me do pecado!” Aqueles que oram dessa forma serão salvos, pois crêem na redenção de Deus e no batismo de Jesus realizado por João Batista. Estes serão salvos.

Deus salva apenas aqueles que reconhecem que são massa de pecado, as sementes do pecado. Aqueles que dizem: “Eu cometi este pequeno pecado. Por favor, perdoa-me por isso,” ainda são pecadores e Deus não podem salvá-los. Deus salva somente aqueles que se reconhecem como completos pecadores.

Em Isaías 59:1-2, está escrito: “Eis que a mão do Senhor não está encolhida, para que não possa salvar; nem surdo o Seu ouvido, para não poder ouvir. Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o Seu rosto de vós, para que vos não ouça.”

Deus não pode olhar para o homem com carinho, porque ele nasceu pecador. Não é porque Sua mão é curta ou Seu ouvido surdo que não pode atender nosso pedido de perdão.

Deus nos diz: “Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o Seu rosto de vós, para que vos não ouça.” Como temos muitos pecados no coração, não podemos entrar no Céu, mesmo que as portas estejam escancaradas.

Se o homem, massa de pecado, pedisse perdão por todas as vezes que pecou, Deus teria que matar Seu Filho repetidas vezes. Deus não quer fazer isso. Ele diz: “Não venham a Mim todos os dias com seus pecados. Eu lhes enviei Meu FiIho para redimí-los de todos os seus pecados. Tudo que vocês devem fazer é entender como Ele tirou seus pecados e conferir se isso é verdade. Então, creiam no evangelho da redenção para que sejam salvos. Este é o maior amor que tenho por vocês, minhas criaturas.”

Isto é o que Ele nos diz: “Creiam no Meu Filho e sejam redimidos. Eu, seu Deus, enviei o Meu único Filho para expiar todos os seus pecados e iniqüidades. Creiam no Meu Filho e sejam salvos.”

Aqueles que não conhecem a si mesmos como massas de pecado, pedem perdão por seus pecados comuns. Estes vêm a Ele sem saber do seu terrível montante de pecados, e oram: “Por favor, perdoe este pequeno pecado. Nunca farei isso novamente.”

Eles também tentam enganar Deus. Não pecamos uma única vez mas continuamente até morrermos. Assim, permanecem pedindo perdão até o último dia de suas vidas. Ser perdoado por um pecado pequeno, porém, não pode resolver nada, porque pecamos todos os dias da nossa vida até morrermos. A única maneira para ficarmos livres do pecado é transferindo-os para Jesus.


O que é o homem?
Uma massa de pecados.

A Bíblia registra os pecados do homem. Em Isaías 59:3-8, está escrito: “Porque as vossas mãos estão contaminadas de sangue, e os vossos dedos, de iniqüidade; os vossos lábios falam mentiras, e a vossa língua profere maldade. Ninguém há que clame pela justiça, ninguém que compareça em juízo pela verdade; confiam no que é nulo e andam falando mentiras; concebem o mal e dão á luz a iniqüidade. Chocam ovos de áspide e tecem teias de aranha; o que comer os ovos dela  morrerá; se um dos ovos é pisado, sai-lhe uma víbora. As suas teias não se prestam paravestes, os homens não poderão cobrir-se com o que eles fazem, as obras deles são obras de iniqüidade, obra de violência há nas suas mãos. Os seus pés correm para o mal, são velozes para derramar o sangue inocente; os seus pensamentos são pensamentos de iniqüidade; nos seus caminhos há desolação e abatimento. Desconhecem o caminho da paz, nem há justiça nos seus passos; fizeram para si veredas tortuosas; quem anda por elas não conhece a paz.”

Os dedos dos homens estão contaminados com iniqüidade e eles trabalham para o mal ao longo de suas vidas. Tudo o que eles fazem é mau; sua língua ‘profere mentiras,’ tudo o que sai da boca deles é mentira.

“Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira”(João 8:44). Aqueles que não nasceram de novo gostam de dizer: “Eu estou lhe falando a verdade … O que estou dizendo é verdade …” Mas tudo é mentira. Quando o Diabo fala uma mentira, ele fala do que lhe é próprio. O homem crê em palavras vazias e fala mentiras. O homem concebe coisas más e produz iniqüidade. O homem choca ovos de víbora e tece teia de aranha. Deus diz: “O que comer os ovos dela morrerá e se um dos ovos é pisado sai-lhe uma víbora.” Ele diz que há ovos de víboras no seu coração. Ovos de víbora! Há malícia no seu coração. Seja salvo crendo no evangelho da água e do sangue.

Sempre que começo a falar sobre Deus, há pessoas que dizem: “Oh, meu caro senhor, por favor não me fale de Deus. Pois sempre que tento fazer algo, pecados transbordam de mim para fora. Não posso dar um passo sem derramar pecados por todos os lugares por onde vou. Não consigo fazer com que  isso mude. Estou transbordando de pecados. Portanto, nem fale comigo sobre Deus.” Esta pessoa, com certeza, sabe que é uma massa de pecado, apenas não conhece o Evangelho que pode salvá-lo. Aqueles que reconhecem que são massas de pecado podem ser salvos.  

De fato, todos são assim, estão derramando seus pecados, porque são massas de pecado. A maneira de alguém assim ser salva é através do poder de Deus. Isso não é fascinante? Aqueles que espalham pecados sempre que estão desapontados ou felizes ou confortáveis … podem ser salvos somente através de Jesus.

Ele veio para salvar tais pessoas! Ele vai expiar completamente seus pecados. Reconheça que é uma massa de pecado e seja salvo.
 
POSTADO POR.
 pr.HIPOLITO CESAR
Comments